COMPOSIÇÃO CORPORAL: MASSA GORDA E MASSA MAGRA

COMPOSIÇÃO CORPORAL: MASSA GORDA E MASSA MAGRA

Muitas pessoas que resolvem fazer dietas e adotar uma rotina de exercícios não sabem exatamente como fazer a medição de seus progressos. Para que isso possa ser feito faz-se necessária uma avaliação da composição corporal.

Isso porque os instrumentos usualmente utilizados não são os mais adequados para fazer a análise da eficácia das dietas e treinos. A balança, por exemplo, não pode servir como único parâmetro.

Para falar em mais detalhes acerca desse assunto preparamos um conteúdo inteiramente dedicado a ele. Explicamos o conceito de composição corpórea e como se pode medi-la. Acompanhe!

O QUE É A COMPOSIÇÃO CORPORAL?

Esse conceito é bem diferente daquele de peso corporal. Este último diz respeito ao volume total o corpo. Engloba, portanto, órgãos, tecidos, gordura acumulada e demais estruturas que o compõem.

Levando essa ideia em consideração, podemos dizer então que não é possível pensar certos fatores que influenciam o metabolismo por meio da medição do peso.

E são justamente esses aspectos que podem promover ganhos na saúde de quem realiza dietas e treinos diários.

Apesar desse fato, é muito comum que as pessoas pensem que basta ter um corpo magro para serem consideradas saudáveis. Mas esta é uma ideia equivocada.

Isso porque o peso corporal nada diz acerca das quantidades de massa corporal magra ou gorda.

Mediante a medição do peso também não é possível saber a quantidade de tecido adiposo visceral, a massa adiposa entre outros aspectos importantes.

Mas, então, como analisar esses aspectos de maneira adequada? Por meio da composição corporal.

Podemos explicar esse conceito da seguinte forma: em linhas gerais, o corpo é constituído pelas massas magra e gorda e por água.

A massa magra concerne ao conjunto de todos os órgãos, músculos e outras partes do corpo, excluindo a gordura acumulada.

Por meio da medição da quantidade de massa magra, pode-se saber então a capacidade de queima calórica de um corpo.

Ao contrário, a massa gorda é a gordura acumulada. E, quanto maior for esse acúmulo, maior são as chances de problemas como a hipertensão e a diabetes.

FAZENDO A MEDIÇÃO: A AVALIAÇÃO DA COMPOSIÇÃO CORPORAL

Podemos dizer então que se pode ter uma avaliação da composição do corpo ao se medir a proporção entre a gordura e as partes que estão livres dela.

Existem várias técnicas e procedimentos que podem ser utilizados para garantir uma avaliação mais precisa e assertiva. A seguir, apresentamos dois dos principais métodos utilizados.

Métodos indiretos

Esses métodos são considerados os mais precisos. Por isso mesmo, são análises mais caras, pois se utilizam de tecnologia de ponta.

Um dos equipamentos utilizados nesse tipo de procedimento é o DEXA. Mediante ele, pode-se saber a quantidade de massa óssea, magra e gorda.

Porém, o mais comum método indireto de avaliação é a ressonância magnética, que permite a identificação de cada tecido a partir de sua composição.

Métodos duplamente indiretos

Esses métodos são menos precisos do que os indiretos, ainda que mais acessíveis. Para exemplificá-los, podemos explicar o método de dobras cutâneas.

Esse método parte da ideia de que pelo menos metade da quantidade da gordura acumulada no organismo fica localizada logo abaixo da pele.

A partir desse dado, estabeleceu-se uma equação para medir a porcentagem de gordura corporal. Trata-se, assim, de uma estimativa.

MEDINDO PARA SABER OS PROGRESSOS

Dessa forma, podemos concluir que somente o peso não pode informar se um treino ou uma dieta estão propiciando os resultados esperados.

É necessário, pois, fazer uma avaliação da composição corporal com profissionais capacitados e equipamentos adequados. Somente assim é possível avaliar de maneira precisa os progressos obtidos.

E você, já tinha conhecimento desse tipo de avaliação? Como faz para medir seus resultados? Comente!

 

Avatar

resultadosfitness

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ir para o topo